A Diabetes

Aqui poderá encontrar não só a informação que lhe permitirá ter as noções básicas do que é a Diabetes, quais os tipos de Diabetes, como surge, como prevenir, como tratar, etc., mas também qualquer outra informação pertinente para o apoio na melhoria do controlo da doença e as suas complicações.

A Problemática da Diabetes 
A Diabetes Mellitus (DM) é considerada, actualmente, uma doença pandémica. Isto deve-se ao facto de se verificar um aumento a um ritmo alarmante da prevalência da mesma.
"Este aumento da prevalência (...) está associado às rápidas mudanças culturais e sociais, ao envelhecimento da população, à crescente urbanização, às alterações alimentares, à redução da atividade física e a estilos de vida não saudável, bem como a outros padrões comportamentais."
 
A nível mundial, em 2014, estimou-se a existência de 387 milhões de pessoas com a doença, tendo esta provocado a morte de 4,9 milhões delas. 
 
Em Portugal, a prevalência estimada na população com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos foi de 13,1%, isto é, mais de 1 milhão de portugueses.
 
A DM representa a 4ª causa de morte em Portugal. A cada 7 segundos morre uma pessoa com a doença. 
 
A Diabetes representa pois, uma crise a nível da saúde, mas não só...representa ainda uma crise a nível económico, uma vez que se tem vindo a verificar um dispêndio significativo do orçamento do Estado para a Saúde, na mesma. Em 2014, por exemplo, essa despesa foi entre 1300 e 1550 milhões de euros, ou seja, cerca de 10% da despesa total em Saúde.
 
Com tudo isto, fica evidente, que é necessário uma sensibilização e intervenção urgente !
Mas afinal, o que é a Diabetes? 
A diabetes, de uma forma geral, é uma doença crónica, que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue. A este aumento da glicose, damos o nome de hiperglicemia.
 
Existem vários tipos de Diabetes, no entanto os mais comuns são: Diabetes tipo 1 e 2 e a Diabetes Gestacional. 

Os critérios de diagnóstico para a Diabetes vigentes, são os seguintes:
1. Glicemia de jejum ≥ 126 mg/dl; OU
2. Sintomas clássicos de descompensação + Glicemia ocasional ≥ 200 mg/dl; OU
3. Glicemia ≥ 200 mg/dl após 2 horas, na prova de tolerância à glicose oral (PTGO) com 75g de glicose; OU ainda
4. Hemoglobina glicada A1c (HbA1c) ≥ 6,5 %.

Hiperglicemia Intermédia 

A Hiperglicemia Intermédia ou Pré-Diabetes é quando a pessoa apresenta valores de glicemia denominados "borderline", ou seja, níveis no sangue superiores ao normal, mas não suficientemente elevados para serem considerados para diagnóstico de Diabetes.

 

Os critérios de diagnóstico são:
1. Anomalia da Glicemia em Jejum − Glicemia em jejum ≥ 110 mg/dl
e < 126 mg/dl; E/OU
2. Tolerância Diminuída à Glicose − Glicemia após 2 horas da ingestão de 75 gr de glicose ≥ 140 mg/dl e < 200 mg/dl.

Sintomas 

• Sede anormal e secura de boca;
• Micção frequente;
• Cansaço/falta de energia;
• Fome constante;
• Perda de peso súbita;
• Feridas de cura lenta;
• Infeções recorrentes;
• Visão turva.

Complicações

• Hipoglicemia e Hperglicemia (a curto prazo)

• Complicações microvasculares:

- Lesões na retina;

- Insuficiência renal; 

- Lesões nos nervos;

• Complicações macrovasculares:

- Doença cardíaca, cerebral e dos membros inferiores;

Hipertensão Arterial 

• Pé Diabético;

• Disfunção sexual;

• Infeções.

Factores de Risco

• Idade superior a 40 anos;
• Familiares com diabetes;
• Excesso de peso;
• Sedentarismo;
• Diabetes na gravidez ou filhos com peso > 4 Kg à nascença;

• Ambiente inóspito intra-uterino;
• Hipertensão arterial;
• Níveis elevados de colesterol e/ou triglicerídeos.

• Uso continuado de certos medicamentos.

• Etnia.

Fonte: Sociedade Portuguesa de Diabetes